Marketing Da Noticia Esportes TrendsNews

Esportes Radicais – Alpinismo!

Alpinismo

Esportes Radicais – Alpinismo! A adrenalina de correr riscos, de sentir o prazer de está na mais alta montanha é uma dádiva para os jovens que se sentem capazes e encorajados sendo medo algum mais sim com a busca da felicidade de correr riscos e sentir-se atraído pela adrenalina.

Dentro do alpinismo, o estilo que mais se desenvolveu no Brasil foi a escalada em rocha, logicamente porque não possuímos montanhas nevadas. Porém, mesmo as montanhas brasileiras sendo de altitudes modestas, possuem em algumas regiões uma verticalidade impressionante. É justamente esta verticalidade, aliada ao número de saliências e reentrâncias que se encontram na rocha, que define o grau de dificuldade a ser superado.

Existem tabelas padronizadas mundialmente, que classificam cada uma das rotas ou vias de escalada de acordo com o seu grau de dificuldade, assim o escalador pode saber com antecedência o quanto será exigido. Isso também acontece nas escaladas em gelo, quando todo alpinista prudente busca antecedentes sobre a montanha que pretende enfrentar, sanando antes da escalada deficiências materiais e exigindo de si mesmo um preparo físico e técnico maior.

Os equipamentos de alpinismo são testados na montanha e aprimorados em laboratórios sob rigorosos testes de qualidade, garantem dessa forma total segurança, desde que usados corretamente. É sempre bom lembrar que o alpinismo é um esporte perigoso e que acidentes fatais podem acontecer.

 Por isso é altamente recomendado a realização de cursos em clubes de montanhismo, ginásio de escalada ou com um bom guia de montanha, para que não se tenha problemas no futuro.

Obstinação, paixão e disciplina são as palavras que melhor definem o alpinista Waldemar Niclevicz, o primeiro brasileiro a escalar o Everest (a maior montanha do mundo), o K2 (considerada a montanha mais difícil de todas) e os Sete Cumes (a maior montanha de cada um dos continentes). Também já escalou 7 das 14 montanhas com mais de 8 mil metros, o Everest duas vezes, e mais de 200 das principais montanhas do mundo.

 

Fonte: Alpinista Waldemar Niclevicz

 

Publicidade

Pular para a barra de ferramentas